Everson Fonseca- Anima


Sobre o Artista –

Era o mês de julho, um dia frio, as ruas estavam vazias, tarde da noite, vinha de uma curadoria ali perto, toquei a campainha, era o Everson, abriu a porta de sua casa/ateliê, batia cheiro de tinta óleo, deparei-me com um lustre enorme de cristal e uma escadaria de madeira. A cada lance de escada ela criava vida a ponto de ranger, as paredes cheias de trabalhos dele e de amigos.
A partir de então comecei a entender os trabalhos do Everson: era só ir ao seu espaço de produção para entender seu universo criador, no qual a imaginação corre solta por todos os lados que olhamos. Até mesmo o banheiro, com uma banheira antiga, ornamentos do estilo rococó, cortinas esvoaçantes, parecendo um mundo encantado. O tempo nesse espaço não existe.
Inverno e silêncio. Menos na casa/ateliê de Everson. Vinho, uva, sementes secas, sorrisos, alegrias, um verdadeiro mundo de Baco, mais conhecido como Dionizio, deus do vinho, uma figura boêmia e festiva.  Sua casa estava cheia de amigos no andar debaixo. Uma cozinha difícil de entrar – onde provavelmente esconde suas poções mágicas – e um terraço de entretenimento, com cadeiras longas, sofás, pufes, livros. Esse é o verdadeiro “mundo de Everson”.
Essa magia se reflete diretamente nos seus trabalhos plásticos, tal como nos personagens de Lewis Carrol. Trata-se de em mundo repleto de animais e objetos antropomórficos, que ele retrata como seres humanos.
Suas pinturas são extremamente detalhistas, tal como os artistas clássicos do século XVI, mais especificamente os artistas que faziam natureza morta.  Everson, no entanto, criou seu gênero artístico.
Dando vida a objetos inanimados, tudo se torna composição de seus retratos, misturando tecidos, animais, pessoas imaginadas, numa riqueza de detalhes nos ornamentos e alegorias. Sua paleta com cores vivas, brilhantes e vibrantes, é carregada de histórias.
Everson Fonseca irá nos presentear com dezenove trabalhos numa exposição solo ANIMA,  na Casagaleria e oficina de arte Loly Demercian no dia 22 de novembro a 21 de dezembro de 2019. Anima em latim significa natureza divina, alma, o princípio de todo ser vivo, e, no vernáculo, significa também vida, brincadeira e alegria.

Loly Demercian


Curadoria e texto critico: Loly Demercian

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.