Rogério Barbosa artista plástico

2 series e cadernos

Rogério Barbosa
A trajetória artística de Rogério Barbosa se iniciou aos 17 anos, quando ele decidiu deixar sua cidade natal, Pouso Alegre, para estudar artes plásticas em São Paulo. Filho de agricultores da região, com uma tradição predominantemente rural, enfrentou o desafio da mudança radical de partir para uma grande cidade e lidar com um assunto em si bastante complexo e subjetivo. Cursou a Escola Panamericana de Arte entre 1987 e 1990, voltando a Pouso Alegre, passou a lecionar matérias relativas a Arte e História da Arte e escolas da rede particular de ensino, atividade que manteve até 2002.
Neste período, manteve seus contatos com as instituições de arte em São Paulo e frequentou o atelier de pintura do MUBE, Museu Brasileiro de Escultura , em oficinas ministradas pelos artistas Carlos Fajardo e Dudi Maia Rosa, que muito contribuiu em suas escolhas e caminhos dentro da Arte Contemporânea. Participou de diversas exposições e salões, sendo a última individual na Galeria Baró Senna, em São Paulo.
Os trabalhos de Rogério Barbosa estabelecem-se nos limites fugidios do Desenho e da Pintura. Por vezes, o desenho atravessa a matéria pictórica ou sobrepõe suas cores econômicas e terrosas, e se afirma quase abstrato, ainda que com resquícios de uma figuração recorrente como pequenas memórias. Em outros trabalhos, a pintura, somada ao uso de materiais pouco convencionais como verniz, asfalto e terra, dissolve as arestas do desenho como quisesse rebaixá-lo
sem, no entanto, descaracterizá-lo . Frente a este embate, faz-se importante ao observador que transite entre os dois universos, ciente de que as tensões estabelecidas entre eles se somam como qualidade plástica, e que desnecessário seria engessar os trabalhos em uma ou outra categoria. Mais importante talvez deixar-se levar pela carga emocional que os trabalhos suscitam e ouvir os ruídos que provocam nos nossos sentidos.

Teodoro Stein Carvalho Dias
Texto escrito para a exposição no Instituto Moreira Salles de Poços de Caldas-MG em 2012.6 papéis8 papéis

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *